Loading...

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Uma ténue fragrância

O teu sorriso brilha
na noite quente
a esteva
o eucalipto
e a terra
cheiram-me e tu cheiras como eles
beijo a lua cheia que brilha no teu ombro
Ao de leve,
uma ténue fragrância do resto de vinho
que se afirma na caneca aos teus pés,
tão radiante como tu,
nesta lua,
está o meu coração

Sem comentários:

Enviar um comentário