Loading...

domingo, 4 de agosto de 2013

OLHA SÓ PARA ONDE VOU...

Sou forçado ou algo assim
A traçar uma rota algo estranha
estranhamente familiar
Quem me chama
Quem me lidera
Quem me empurra
Este corpo chama pelo pecado
Este Quem não me deixa
Desvia-me
Impede-me
Troca-ma as voltas
E eu baralhado
Perdido
Encontro-me novamente
Estranhamente,
no Seu caminho
Quem me força a esta caminhada
Existe algo ....como que uma lembrança
acho que algures
Talvez num sonho qualquer
Talvez alguma realidade
Talvez Alguém mo tenha dito
....
já percorri este caminho
Não vejo copos, não vejo garrafas,
Estou baralhado
Sinto-me despido e andando num caminho que leva algures onde
Eu
hoje
não posso entrar

Sem comentários:

Enviar um comentário